Serão destacadas as boas práticas em gado de leite, produção do Queijo Minas Artesanal, plantio de cana-de-açúcar e a melhoria da silagem

 

 

BELO HORIZONTE (30/4/2021) - A Emater-MG, vinculada à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa-MG), terá papel de destaque na 13ª Semana de Integração Tecnológica (SIT), no período de 3 a 7 de maio. Em consonância com o tema: "Cadeia Produtiva da Pecuária Mineira: Desafios e Oportunidades" e de acordo com sua experiência na atividade leiteira, a empresa pública mineira dará ênfase nas práticas de qualidade do leite, produção do queijo de Queijo Minas Artesanal e alimentação animal.

Em decorrência da pandemia da covid-19, o evento, promovido pela Embrapa, em parceria com outras instituições, entre elas a Emater-MG, será totalmente on-line. As inscrições deverão ser feitas pelo site http://www.sit2021.com.br/ até o dia da programação, sendo que os cursos têm vagas limitadas.

A pecuária mineira responde pela maior produção anual de leite no país, com 27,3% do volume total e 19,3% do total de vacas ordenhadas, segundo dados do IBGE. Somente o valor pago aos produtores representa uma quantia anual de R$11,5 bilhões, que gera renda e empregos no campo, e movimenta a economia de mais de 800 municípios do estado.

“Pela sua importância econômica, social e ambiental, nesta SIT, a pecuária leiteira será abordada, por meio de cursos, seminários, mesa redonda e dias de campo. Em formato virtual, todos os eventos poderão ser acessados de todas as regiões do estado e do país”, explica o coordenador técnico regional da Emater-MG, em Sete Lagoas, Walfrido Machado Albernaz.

Cursos da Emater-MG

Segundo Albernaz, um dos cursos ministrados será sobre "Produção e plantio de mudas de cana-de-açúcar em mini-toletes", no dia 6. “Vamos falar sobre uma tecnologia implementada em parceria com a Epamig-MG e Universidade Federal de São João Del Rei. Ela tem despertado o interesse de inúmeros produtores, pela simplicidade e baixo custo na reforma de canaviais”, adianta.

Além disso, segundo Walfrido, no dia de campo “Pecuária Leiteira”, na parte da manhã também no dia 6, ele ajudará a apresentar o projeto de melhoria da qualidade da silagem, que foi desenvolvido pela Emater-MG, Coopersete e Cooperativa Central dos Produtores Rurais (CCPR). O objetivo é capacitar os produtores na identificação dos parâmetros de qualidade da silagem e na adoção de práticas que melhorem a nutrição do rebanho. “Os resultados vão mostrar o quanto é possível economizar, com práticas muito simples, desde o plantio à colheita do milho e do sorgo para silagem”, diz.

“A produção de alimentos para toda a população começa na propriedade rural. Então para que a indústria possa produzir uma comida saudável, é necessário que receba uma matéria-prima com a menor contaminação possível. É o caso do leite, uma matéria-prima que merece especial atenção, principalmente em um cenário de consumidores super conectados e cada vez mais exigentes”, argumenta o coordenador técnico estadual da Emater-MG, Nauto Martins. Ele vai ministrar, na manhã do dia 4, o curso “Boas Práticas Agropecuárias (BPAs) Gado de Leite”.

Como o leite de qualidade é fruto de todo um sistema de produção, o curso irá abordar de forma geral a importância das BPA’s na propriedade como um todo. Serão mostradas desde a necessidade de um bom planejamento, aspectos produtivos do rebanho, testes de higiene, alimentação e bem-estar animal, até questões sociais, ambientais e econômicas. “Boas práticas que fundamentalmente irão agregar a qualidade necessária ao produto leite, desde o momento da ordenha até a sua chegada ao laticínio para seu beneficiamento”, pontua Martins.

O Queijo Minas Artesanal, um dos tipos de queijos artesanais feitos em Minas Gerais, também estará presente da agenda da SIT 2021 que vai abordar a cadeia produtiva da pecuária do estado. O produto que, remonta à época da colonização brasileira por Portugal, está normatizado pela Lei 23.157 de 2018 e tem oito regiões produtoras caracterizadas: Araxá, Campo das Vertentes, Canastra, Cerrado, Serra do Salitre, Serras da Ibitipoca, Serro e Triângulo Mineiro. A Emater-MG vai ministrar no dia 5, a partir das 8h, o curso “Conceitos básicos para produção de Queijo Minas Artesanal (QMA)”.

Coordenador técnico estadual da Emater-MG e um dos instrutores do curso de QMA, Milton Nunes explica que serão abordadas todas as questões pertinentes ao tema, tais como: história do QMA em Minas Gerais, sanidade animal, ordenha higiênica, construções de curral e queijaria, boas práticas de fabricação, processamento, maturação e legislação.

“A capacitação na SIT, em Queijo Minas Artesanal, é direcionada aos produtores rurais e do queijo que querem melhorar seus processos de produção e qualidade. É também para os produtores de leite que querem diversificar a atividade e produzir parte ou totalidade da sua produção de leite em Queijo Minas Artesanal. É ainda uma oportunidade para profissionais e estudantes das ciências agrárias conhecerem a atividade da produção do queijo e assim poderem prestar assistência técnica e auxiliar os produtores em nossa Minas Gerais”, esclarece Milton Nunes.

Embrapa

“A SIT é um evento de transferência de tecnologia que procura integrar instituições, para promover o desenvolvimento regional e estadual. Há 14 anos, promove o diálogo e a troca de experiências entre agricultores, consultores, assistentes técnicos de empresas públicas, pesquisadores, estudantes, professores e representantes de empresas privadas”, diz o coordenador do evento, Marco Aurélio Noce, técnico do Setor de Transferência de Tecnologia da Embrapa Milho e Sorgo.

“A iniciativa permite a integração dos diversos setores de interesse no segmento agropecuário, promovendo, além da disponibilização do conhecimento gerado pelas instituições, o debate e o planejamento de ações futuras visando contribuir para o desenvolvimento no meio rural”, ressalta o coordenador.

Em sua última edição, a SIT 2019 reuniu 3.100 participantes. Já em 2020, o evento foi cancelado por causa da pandemia da covid-19. Agora, em 2021, na décima terceira edição, em função da necessidade de isolamento resultante do agravamento da pandemia, a programação da SIT será totalmente virtual.

“Serão quase 30 atividades de caráter técnico, dentre elas seminários, mesas redondas, cursos e dias de campo. O tema central do evento, considerando-se sua importância, tanto no cenário regional quanto nacional, será a cadeia produtiva da pecuária, com ênfase na produção de leite. Sob este enfoque, serão abordados assuntos que englobam toda a cadeia, desde questões técnicas do sistema de produção, passando pelo social, até alternativas de agregação de valor e de comercialização do produto final”, relata Noce.

A cerimônia de abertura da 13ª SIT acontecerá no dia 3 de maio, às 18h. Em seguida, haverá duas palestras: “Indicadores técnicos e econômicos da pecuária leiteira em Minas Gerais”, a ser proferida por Christiano Nascif, superintendente do Senar/Minas; e “Novas oportunidades de agregar valor ao leite”, por Paulo do Carmo Martins, Chefe-Geral da Embrapa Gado de Leite.

Realização

Em sua 13ª edição, a SIT tem como principais parceiros a Embrapa, a Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) - Campus Sete Lagoas, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado Minas Gerais (Emater-MG), a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Sistema Faemg /Senar-MG e a Fundação de Apoio à Pesquisa e ao Desenvolvimento (Faped). Conta ainda com o apoio e a parceria de instituições privadas, incluindo-se a KWS Sementes, empresa atuante no setor de produção de sementes.

Pesquisadores de outras Unidades da Embrapa, de instituições de ensino, pesquisa e desenvolvimento também colaboram. Nesta edição da SIT, além da Embrapa Milho e Sorgo, já estão confirmadas as participações da Embrapa Gado de Leite (MG), Embrapa Pecuária Sul (RS) e Embrapa Solos (RJ).

Serviço

13ª Semana de Integração Tecnológica

Local: Embrapa Milho e Sorgo, Epamig, em Sete Lagoas-MG

E-mail: sit@embrapa.br

Inscrições: http://www.sit2021.com.br/

 

Participação da Emater-MG na 13ª SIT

1) Curso: Boas práticas agropecuárias gado de leite – 4 de maio – terça-feira - 8 às 12h

Nauto Martins

2) Curso: Conceitos básicos para a produção de Queijo Minas Artesanal – 5 de maio - quarta-feira - 8 às 17h

Milton Flávio Nunes - Maria Edinice Soares

3) Dia de Campo Pecuária Leiteira - 6 de maio – quinta-feira - 9h30 às 12h

Estação 1 - Programa para melhoria da qualidade de silagem

Tatiane Cristelli – Coopersete e Walfrido Machado Albernaz - Emater-MG

4) Curso: Produção e plantio de mudas de cana-de-açúcar em mini-toletes – 6 de maio – quinta-feira – 13 às 17h

Walfrido Machado Albernaz, Édio Luiz da Costa, João Paulo Rocha, Karina Toledo da Silva.

 

Assessoria de Comunicação – Emater-MG com informações da Embrapa

Jornalista responsável: Terezinha Leite

Tel.: (31) 3349-8096

E-mail: terezinha.ascom@emater.mg.gov.br

www.emater.mg.gov.br

facebook.com/ematerminas

Fotos: Divulgação Embrapa

 

Publicado em: 30/04/2021



Matérias Relacionadas