BELO HORIZONTE (2/10/2020) - Ter um bom sistema de gestão do seu negócio é essencial para o sucesso de qualquer empreendimento. Em Carangola, na Zona da Mata, o trabalho do extensionista agropecuário Antônio Teixeira, conjugado com uma ideia do auxiliar administrativo Thiago Silva, está contribuindo para um gerenciamento mais eficiente das operações da Cooperativa Regional de Indústria e Comércio de Produtos Agrícolas e Artesanato (Coolabore). O resultado tem beneficiado agricultores familiares da Comunidade de Conceição.

Em 2018, o incremento do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) no município gerou um consequente aumento do volume de vendas de produtos da agricultura familiar. A partir daí, a cooperativa viu a necessidade de melhorar a gestão dos cooperados, com o controle das vendas individuais para o programa. 

Para atender a demanda,  a equipe local reformulou uma planilha, criada por Thiago, em 2017, para uma associação de produtores rurais e que também estava sendo usada pela Coolabore.  O formulário eletrônico, desenvolvido no programa Excel, ganhou uma nova aba chamada de Pnae Controle, funcionalidade  que mudou a forma de trabalho da cooperativa. “O Pnae Controle ajudou a ter o controle mensal ds vendas, para que cada produtor não ultrapassasse os R$ 20 mil em vendas por família estabelecidos pelo programa”, explica Antônio. Além de fazer o controle da aquisição das mercadorias pela cooperativa, a planilha consegue também indicar de quais programas o cooperado participa e se está em dia com a documentação.  De acordo com Antônio Teixeira, a planilha é ideal para cooperativas e associações  com até  300 sócios e faturamento inferior a R$ 4,5 milhões, devido à sua capacidade operacional.

 

Gestão

Mas mais que a implantação de um formulário eletrônico, a ação desenvolvida em Carangola, pela equipe local, mostra a importância de conjugar os recursos da tecnologia com um bom trabalho de assistência técnica, principalmente quando o assunto é gestão de cooperativas e associações.  

A gestão desse processo na Coolabore é acompanhado de perto pela equipe local, por meio de  reuniões periódicas entre o técnico local e a diretoria da  cooperativa para que as informações sejam melhor aproveitadas. “Alinhar a funcionalidade das informações da planilha com a Ater voltada para o monitoramento dos pontos fortes e fracos da cooperativa foi determinante para que os resultados fossem  bem expressivos”, explica Teixeira. 

Resultados que são traduzidos em números: fundada com 26 cooperados,  hoje a Coolabore soma 132 agricultores e suas famílias, um total de 480 pessoas beneficiadas. Dos cooperados, cerca de 50%  têm acesso às  políticas voltadas para venda direta a entidades públicas e também ao Programa Nacional de Habitação Rural.  Com a nova política de gestão, a entidade  registrou um aumento expressivo de ¬aproximdamente 250% nas vendas, o que significa mais renda no bolso dos produtores e melhoria da qualidade de vida na comunidade.

 

Assessoria de Comunicação - Emater-MG

Jornalista responsável: Lilian Pacheco

E-mail: lilian.pacheco@emater.mg.gov.br

www.emater.mg.gov.brfacebook.com/ematerminas

 

Publicado em: 02/10/2020



Matérias Relacionadas

Municípios de Coronel Pacheco e Matias Barbosa, na Zona da Mata mineira, retomam compras pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (02/10/2020)

Municípios mineiros voltam a comprar alimentos da agricultura familiar por meio do Pnae (02/10/2020)


Compartilhe!