Belo Horizonte (13/2/2020) – Nesta semana, diretores e técnicos da Emater-MG participaram de um encontro com uma comitiva de empresas japonesas, em Belo Horizonte. O evento foi uma oportunidade para a troca de conhecimentos e discutir futuras parcerias no setor agropecuário. A reunião foi organizada pela Japan International Cooperation Agency (JICA) em parceria com o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA). 

Representantes de 13 empresas do Japão formaram o grupo: duas da área alimentícia, três de tecnologia médica e oito empresas do setor agropecuário. O seminário teve como proposta apresentar o mercado brasileiro aos empreendedores japoneses, visando parcerias estratégicas com empresas e entidades nacionais.

O cônsul-geral do Japão no Rio de Janeiro, Tetsuya Otsuru, destacou a importância da passagem da comitiva por Minas Gerais e a rica oportunidade de contribuição mútua. "Os mineiros são reconhecidamente calorosos, hospitaleiros e honestos. Eu gostaria que as empresas japonesas tivessem a oportunidade de realizar negócios concretos com eles, numa relação ganha-ganha, que seja benéfica para ambos os lados", afirmou.

Na avaliação do presidente da Emater-MG, Gustavo Laterza, o primeiro contato com as empresas japonesas cria boas expectativas para o meio rural. "Das informações colhidas aqui, vamos verificar as oportunidades que podem trazer ganhos para o estado. O trabalho de irrigação e de energia solar apresentados, por exemplo, são muito interessantes", avalia.

Dentre as várias tecnologias apresentadas, há equipamentos para o uso de energia solar na agricultura, filmes de hidrogel para economia de água nas plantações e a utilização de fertilizante líquido para melhoramento do solo nos cultivos.

A secretária de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ana Maria Valentini, relembra que a relação com o país não é nova. Ela destaca que a parceria com o governo japonês foi primordial para o desenvolvimento da agricultura no cerrado e contribuiu para que Minas se tornasse referência na produção de grãos.

"Temos, agora, uma nova janela de oportunidades para a fruticultura. Com as novas técnicas de irrigação e manejo, o semiárido, que era um local pouco produtivo, já pode ser aproveitado. Estamos muito animados, já que a agricultura em Minas é a mais diversificada do país", explica.

No dia 13 de fevereiro (quinta-feira), a comitiva japonesa realiza visitas técnicas a empresas e propriedades rurais em cidades vizinhas à capital mineira. A visita conta com o apoio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sede) e Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais (INDI).


Ascom Seapa e Emater-MG
Jornalistas: Raul Mariano e Sebastião Avelar
Tel: 31 3349-8132
e-mail: avelar@emater.mg.gov.br
www.emater.mg.gov.br
Fotos: Alexandre Soares

 

Publicado em: 13/02/2020



Matérias Relacionadas