No Dia do Agricultor, comemoramos também o crescimento da economia em Minas
   Adicionar aos favoritos Intranet           

No Dia do Agricultor, comemoramos também o crescimento da economia em Minas

No Dia do Agricultor, comemoramos também o crescimento da economia em Minas 

Neste dia 28 de julho, quando se comemora o Dia do Agricultor, cumprimento a todos que, dia após dia, no cultivo cuidadoso da terra, têm assegurado mais prosperidade ao nosso Estado, com resultados reais também no crescimento da economia. O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio cresceu 1,11% em abril e elevou para 2,71% a expansão da renda bruta no primeiro quadrimestre de 2011. De acordo com o CEPEA, Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, o PIB do agronegócio estadual deverá atingir em 2011 renda bruta equivalente a R$ 115,9 bilhões (a preços de 2011). Desse valor, R$ 67,4 bilhões ou 58,2% serão originários do setor agrícola e R$ 48,5 bilhões ou 41,8% da pecuária.  O agronegócio da agricultura apresentou crescimento de 2,17% em abril e ampliou para 4,46% a expansão da renda em 2011.

Estes bons resultados precisam ser compartilhados e comemorados, principalmente com aqueles que, com o trabalho no campo, contribuem para a geração de empregos, riquezas e crescimento do Estado. É a mão de obra dos agricultores que tem auxiliado na redução das desigualdades entre pessoas e regiões. E é o trabalho do produtor rural que garante alimentos mais saudáveis à mesa dos mineiros e mais espaço nos mercados internos e externos.

A Emater–MG está sempre atenta na orientação ao agricultor, incentivando as boas práticas de produção, que conciliam o crescimento econômico e a sustentabilidade. Desenvolvemos programas como o Minas Sem Fome, que é voltado para a busca da segurança alimentar e nutricional, redução da pobreza, resgate da cidadania e inclusão produtiva, conforme expresso no Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado (PMDI) 2007/2023, e também incentivamos o aumento da produção, conjugada com mais qualidade, que se reverte em aumento da renda dos agricultores.

Um bom exemplo é o café. Nos últimos 19 anos, o Estado quase dobrou a produção. A safra pulou de 13 milhões de sacas, produzidas em 1993, para mais de 22 milhões neste ano, e, praticamente, utilizando a mesma área plantada. Resultado da integração da pesquisa com a extensão em Minas Gerais e da dedicação dos agricultores. Mas tão importante quanto crescer é agregar valor ao que produzimos. É maximizar e potencializar a nossa produção. A cadeia produtiva do café é complexa, e a grande exigência dos mercados nacional e internacional tem feito com que o setor se profissionalize, produza e comercialize, cada vez mais, com eficácia, qualidade e preservação do meio ambiente.

É assim que Minas avança. Com o trabalho de agricultores dispostos a driblar as dificuldades para garantir alimentos, renda e desenvolvimento do campo. Com ações e políticas públicas focadas nas necessidades dos mineiros, na melhoria da qualidade de vida das famílias, no crescimento da economia, de olho, sempre, na sustentabilidade.

 

 

Maurilio Guimarães
Presidente da EMATER-MG

 

 Publicado em: 28/07/2011

voltar

Documento sem título
Imprimir
 

Endereço da Unidade Central: Av. Raja Gabaglia, 1626 - B. Gutierrez / Belo Horizonte - MG / CEP: 30.441-194
Telefone: (31)3349-8001 ou (31)3349-8120
Copyright© EMATER-MG. Todos os direitos reservados