..::Resumo de quadro do Rádio Emater em Ação - Emater-MG ::..
Adicionar aos favoritos Intranet 


RÁDIO EMATER EM AÇÃO


Emater em Ação - Completo

 

Data de publicação: 28/05/2014
 
EMATER EM AÇÃO - 28/05/2014
   

clique
Para ouvir dê duplo clique sobre a imagem.
Para fazer o download, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e selecione a opção "salvar destino como".

EMATER EM AÇÃO – 28/05/2014

VH/ABERTURA

Olá amigos! Eu sou Maurício Almeida e o Emater em Ação comenta sobre  a alta significativa nos preços dos bovinos de reposição em Minas Gerais e a  menor intenção dos pecuaristas de confinar o gado este ano. E o IMA vai realizar um monitoramento sorológico de circulação do vírus da febre aftosa em junho. Confira ainda as cotações do mercado agropecuário e a previsão do tempo.

VH/FIQUE POR DENTRO

Confinamento deve ser menor em Minas

Loc: A alta significativa nos preços dos bovinos de reposição em Minas Gerais deverá interferir na intenção dos pecuaristas ao definir o número de animais para confinamento. Com o aumento do abate de matrizes, registrado ao longo dos últimos três anos, a oferta de animais para engorda está menor que a demanda o que elevou os preços nos meses de janeiro a abril deste ano. O coordenador técnico de Bovinocultura da Emater Minas, José Alberto Ávila comenta sobre a prática do confinamento no estado.
Sonora: José Alberto Ávila
Começa: “Bem, as informações...”
Termina:”...se mantem aquecido.”
Tempo:1'49"

Nota pé: Em relação ao mercado do boi gordo, a oferta maior de animais ofertados no mercado fez com que os preços pagos pela arroba recuassem um pouco.
Tempo:02'36"
BG

Demanda por cafés especiais continua aquecida

Loc: Apesar do aumento de 63 por cento do café arábica em Nova York este ano, a demanda pelos cafés de maior qualidade, mais caros, continua aquecida. Atualmente, os cafés especiais são vendidos entre 700 e mil reais por saca do produto da safra que está sendo colhida (2014/15), ante os cerca de 450 reais do produto tradicional. De acordo com a diretora-executiva da Associação Brasileira de Cafés Especiais, Vanusia Nogueira, a continuidade da procura pelos cafés especiais, mesmo a preços mais elevados, se deve ao fato de os compradores estarem com receio de não encontrar oferta suficiente do produto. A valorização do café se deve a seca e as altas temperaturas registradas este ano e que devem provocar quebra na safra do Brasil, o maior produtor mundial do grão. Apesar dos problemas climáticos e as dúvidas quanto ao volume colhido e ao tamanho da peneira dos grãos, Vanusia comenta que a seca "estressa" mais a planta e, por consequência, a qualidade pode ser beneficiada com mais açúcar nos grãos.
Tempo:01'25"
BG

Congresso aprova PEC do trabalho escravo

LOC: O Congresso Nacional vai promulgar, na próxima semana, a Emenda Constitucional que ficou conhecida como PEC do Trabalho Escravo. A iniciativa prevê a expropriação de propriedade rural ou urbana onde for identificada prática deste crime. A CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil) apoiou o projeto, mas pediu que haja uma definição clara e detalhada do conceito de trabalho escravo para evitar injustiças e mal entendidos. A senadora Kátia Abreu defendeu que a proteção ao trabalhador deve ser aquela caracterizada pela Convenção 29 da Organização Internacional do Trabalho (OIT). Agora, os senadores irão analisar as mudanças propostas. É este projeto que detalhará os conceitos para que irregularidades trabalhistas não sejam confundidas com a prática de trabalho escravo.
Tempo:01'01"
BG

IMA vai realizar monitoramento sorológico em junho

Loc: O IMA realizará durante o mês de junho, em todo o Estado, um monitoramento sorológico de circulação do vírus da febre aftosa. O objetivo é apoiar a certificação de ausência de circulação viral em Minas Gerais, que é uma zona livre com vacinação. Estão previstas 7.008 coletas de amostras de soro em 169 municípios e 219 propriedades selecionadas. As análises serão feitas pelo Laboratório Nacional Agropecuário de Minas Gerais (Lanagro/MG). O diretor-geral do IMA, Altino Rodrigues Neto, explica que com o estudo será possível conferir a condição sanitária dos rebanhos e atender os requisitos para exportação. A ação também é importante para manter o status de zona livre de febre aftosa com vacinação perante a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). Os estudos sorológicos são determinação do Ministério da Agricultura e serão feitas em todos os Estados reconhecidos como zona livre de febre aftosa com vacinação.
Tempo:01'10"
Tempo total:06'02"

VH / DE OLHO NO MERCADO

Loc: A saca de 60 quilos do milho foi negociada entre 22 e 25 reais, no Alto Paranaíba. No Triângulo Mineiro, a saca foi vendida entre 23 reais e 24 reais e 50 centavos. No Sul de Minas, a cotação ficou entre 26 reais e 50 centavos e 28 reais e 50 centavos. No Noroeste, a saca ficou entre 23 e 25 reais.
BG
Na última semana, a saca de 60 quilos de soja, foi negociada no Noroeste e no Triangulo Mineiro entre 62 e 63 reais. Já no Alto Paranaíba, a oleaginosa foi cotada em 62 e 65 reais.
BG
O feijão carioquinha foi negociado entre 80 e 100 reais, no Noroeste. No Norte de Minas, as cotações ficaram entre 110 e 130 reais. Na região do Alto Paranaíba, o preço ficou entre 80 e 90 reais. Na região do Triangulo Mineiro foi cotado entre 83 e 90 reais. Todas as cotações são referentes à saca de 60 quilos, com preço líquido ao produtor.
BG
A saca de 60 quilos do café arábica, tipo seis, bebida dura, variou entre 395 e 410 reais, no Sul de Minas. Na Zona da Mata, o preço do café foi cotado entre 380 e 410 reais. No Triangulo Mineiro, a variação foi de 413 a 440 reais e, no Alto Paranaíba, foi vendido entre 420 e 430 reais.
BG
A arroba do boi gordo foi cotada entre 100 e 105 reais, no Alto Paranaíba. No Triângulo Mineiro foi cotada à 109 e 110 reais. No Noroeste de Minas, os negócios foram fechados entre 108 e 112 reais. Já nas regiões do Rio Doce e Mucuri, o boi gordo foi cotado entre 103 e 105 reais. No Norte de Minas, a variação foi de 104 e 108 reais.
BG
A cotação de preços é fornecida pelo Departamento Técnico da Emater-Minas para o período de 21 a 28 de maio de 2014.
Tempo:02'12"

VH/O TEMPO (28/05/14)

Loc: A frente fria avança para o Nordeste, mas ainda favorece a formação de nuvens em Minas Gerais, com previsão de chuva a qualquer hora do dia. Na sexta, dia 30, a amplitude térmica diminui, mas as temperaturas continuam baixas. Confira a previsão do tempo em Minas Gerais para as próximas 72 horas, de acordo com o INMET (Instituto Nacional de Meteorologia):
Na quinta-feira, céu parcialmente nublado a nublado com nevoeiro ou névoa úmida ao amanhecer na Zona da Mata, Rio Doce, Mucuri e Jequitinhonha. Nas demais regiões, céu parcialmente nublado. A temperatura máxima é de 30 graus e mínima de 2.
BG
Na sexta-feira, céu parcialmente nublado com névoa úmida ou nevoeiro na Zona da Mata, Rio Doce, Mucuri e Jequitinhonha. Nas demais regiões, céu parcialmente nublado. A temperatura máxima é de 31 graus e mínima de 2
BG
No sábado, céu parcialmente nublado a claro com névoa úmida na Zona da Mata, Rio Doce, Mucuri e Jequitinhonha. Nas demais regiões, céu parcialmente nublado com névoa seca e baixa umidade do ar. A temperatura máxima é de 32 graus e mínima de 3.
BG

Loc: O Emater em Ação de hoje fica por aqui. Obrigado pela companhia e até o próximo programa.
Tempo total:01'20"

VH/ENCERRAMENTO

Loc.: Você ouviu o Emater em Ação. Programa produzido pela Assessoria de Comunicação da Emater-MG, Belo Horizonte, Minas Gerais.
Apoio Técnico: Maurício Almeida, Paulo de Ávila e Rafael Soal
Jornalista: Flávia Freitas
Estagiária: Henrique Menezes
Coordenação Geral: Giordanna Meirelles
Produzido pela Assessoria de Comunicação da Emater-MG. Belo Horizonte, Minas Gerais.
Tempo total do programa: 11'01"




Documento sem título
Imprimir


 

Endereço da Unidade Central: Av. Raja Gabaglia, 1626 - B. Gutierrez / Belo Horizonte - MG / CEP: 30.441-194
Telefone: (31)3349-8001 ou (31)3349-8120
Copyright© EMATER-MG. Todos os direitos reservados