..::Resumo de quadro do Rádio Emater em Ação - Emater-MG ::..
Adicionar aos favoritos Intranet 


RÁDIO EMATER EM AÇÃO


Emater em Ação - Completo

 

Data de publicação: 12/03/2014
 
EMATER EM AÇÃO - 12/03/2014
   

clique
Para ouvir dê duplo clique sobre a imagem.
Para fazer o download, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e selecione a opção "salvar destino como".

EMATER EM AÇÃO - 12/03/2014

VH/ABERTURA

Loc.:
Olá, amigos! No Emater em Ação de hoje, o destaque é a produção de azeitonas no Sul de Minas. Nos dias 13 e 14, acontece o primeiro Encontro Tecnológico da Olivicultura dos Contrafortes da Mantiqueira, em Maria de Fé.  Entre os temas a serem discutidos estão a Indicação Geográfica do azeite de oliva da região. Confira ainda as cotações do mercado agropecuário e a previsão do tempo. Eu sou Maurício Almeida e o programa de hoje começa agora.

VH/ FIQUE POR DENTRO

Encontro debaterá produção de azeite em Minas Gerais

Loc:
A Epamig vai realizar na quinta e sexta-feira, dias 13 e 14, o primeiro Encontro Tecnológico da Olivicultura dos Contrafortes da Mantiqueira, na Fazenda Experimental de Maria da Fé, no Sul de Minas. No encontro, pesquisadores da Epamig apresentarão tecnologias desenvolvidas para produção de azeitona e extração de azeite. Os participantes também saberão mais sobre a olivicultura em Minas Gerais e a perspectiva de mercado dessa atividade no Brasil. O presidente da Epamig, Marcelo Lanna, a Epamig diz que a experiência pode levada a outras regiões:
Sonora: Marcelo Lanna
Começa: “O azeite vai indo muito bem...
Termina: e interesses internacionais”.
Tempo:42"

Nota pé:
No encontro acontece o workshop de Indicação Geográfica e de Marcas Coletivas, com a participação de técnicos do Inpi (Instituto Nacional de Propriedade Intelectual) e olivicultores da região. Os produtores buscam a denominação de origem do azeite, fator que agrega valor ao produto. A meta do grupo é ser o primeiro azeite de oliva do Brasil e da América Latina com registro de origem. A inscrição para o primeiro Encontro Tecnológico da Olivicultura na região dos Contrafortes da Mantiqueira é gratuita.
Tempo:02'05"
BG

Safra 2013/2014 deve chegar a 188 milhões de toneladas de grãos

Loc:
O Brasil deverá colher 188 milhões de toneladas de grãos na safra 2013/2014, um aumento de 0 vírgula 7 por cento em relação à última safra. A previsão é do sexto Levantamento de Grãos, divulgado pela Conab, na quarta, dia 12. Em comparação com o levantamento anterior, houve uma queda na produção de quase 5 milhões de toneladas, dois e meio por cento, em razão queda de produtividade da soja, causada pela estiagem nas regiões produtoras. A área total destinada ao plantio de grãos deve chegar a 55 milhões de hectares, o que representa uma alta de 4 por cento. O estudo mostra que a cultura da soja continua sendo o maior destaque, com produção estimada de 84 milhões de toneladas. Um crescimento de quase 5 por cento a mais que a safra anterior. Os estudos para o levantamento foram realizados nas principais regiões produtoras de grãos do país, no período de 16 a 22 de fevereiro. 
Tempo:01'06"
BG

Produção de feijão deve crescer 19,5% na safra 2013/2014

Loc: 
A produção nacional do feijão deve ser de 3 milhões de toneladas ou seja, 19 e meio por cento maior do que na safra anterior, segundo dados do último levantamento da Conab. O país tem três colheitas anuais do grão e a área total de cultivada na safra 2013/2014 poderá aumentar 0 vírgula 6 por cento. A produção de feijão da primeira safra, cultivado principalmente na região Sul, está projetada em um milhão e 300 mil toneladas, representando um acréscimo de 35 por cento em relação à safra anterior. Já a segunda safra deve ser 18 por cento maior do que a safra passada. Os principais Estados produtores de feijão segunda safra são: Paraná, Minas Gerais, Mato Grosso e Ceará. Para o feijão terceira safra, cujo plantio ocorre só a partir de abril, foram repetidos dados de 2012/2013, com produção estimada de 767 mil toneladas.
Tempo:01'04"
BG

Minas Gerais realiza Simpósio de Cafeicultura de Montanha

Loc:
Um Simpósio de Cafeicultura de Montanha será realizado dos dias 19 e 21 de março, em Manhuaçu, na Zona da Mata. No evento, serão divulgados resultados de pesquisas e informações sobre cultivo, beneficiamento, qualidade e comercialização de café, além de novidades sobre mercado, tecnologia e marketing do setor cafeeiro. A programação inclui palestras, cursos rápidos, debates e dia de campo. Dos vários temas que serão apresentados, muitos contemplam tecnologias desenvolvidas no âmbito do Consórcio Pesquisa Café, coordenado pela Embrapa Café, como “Mapa de Qualidade nas Matas de Minas". Os cursos rápidos são de “Certificações de propriedades cafeeiras”, “Gerenciamento das propriedades cafeeiras”, entre outros.
Tempo:52"
Tempo total:05'06"


VH / DE OLHO NO MERCADO

Loc:
A saca de 60 quilos do milho foi negociada entre 28 e 30 reais, no Alto Paranaíba. No Triângulo Mineiro, a saca foi vendida entre 28 e 29 reais e 50 centavos. No Sul de Minas, a cotação ficou entre 30 reais e 50 centavos e 34 reais. Já no Noroeste, a saca saiu entre 28 e 28 reais e 50 centavos.
BG
Na última semana, a saca de 60 quilos de soja foi negociada no Noroeste entre 64 e 64 reais e 50 centavos. No Triângulo Mineiro entre 63 reais e 50 centavos e 66 reais.
BG
O feijão carioquinha foi negociado entre 120 e 130 reais, no Noroeste. No Norte de Minas, as cotações ficaram entre 122 e 50 centavos e 150 reais. Na região do Alto Paranaíba, o preço ficou entre 130 e 145 reais. Na região do Triangulo Mineiro foi cotado entre 115 e 122 reais. Todas as cotações são referentes à saca de 60 quilos, com preço líquido ao produtor.
BG
A saca de 60 quilos do café arábica, tipo seis, bebida dura, variou entre 445 e 485 reais, no Sul de Minas. Na Zona da Mata, o preço do café foi cotado entre 460 e 480 reais. No Triangulo Mineiro, a variação foi de 475 a 490 reais e, no Alto Paranaíba, foi vendido entre 450 e 470 reais.
BG
A arroba do boi gordo foi cotada entre 112 e 117 reais, no Alto Paranaíba. No Triângulo Mineiro foi cotada à 109 e 111 reais. No Noroeste de Minas, os negócios foram fechados entre 107 e 108 reais. Já nas regiões do Rio Doce e Mucuri, o boi gordo foi cotado entre 98 e 100 reais. No Norte de Minas, a variação foi de 103 reais e 50 centavos a 108 reais.
BG
A cotação de preços é fornecida pelo Departamento Técnico da Emater-Minas para o período de 6 a 12 de março de 2014.
Tempo:02'32"

VH/O TEMPO (12/03/14)

Loc:
Confira a previsão do tempo em Minas Gerais para as próximas 72 horas, de acordo com o INMET (Instituto Nacional de Meteorologia):
Na quinta-feira, céu parcialmente nublado a nublado com pancada de chuva em áreas isolada no Triangulo. Há possibilidade de chuva isolada no Jequitinhonha, Vale do Mucuri e Sul e Sudoeste. Nas demais regiões, céu parcialmente nublado. A temperatura máxima é de 36 graus e a mínima de 12.
BG
Na sexta-feira, céu claro a parcialmente nublado em todo estado. Há possibilidade de chuva isolada no Triangulo, Sul, Sudoeste, Mucuri e Jequitinhonha. A temperatura máxima é de 36 graus e a mínima de 12.
BG
No sábado, céu claro a parcialmente nublado em todo estado. Há possibilidade de chuva isolada no Sul, Mucuri e Jequitinhonha. A temperatura máxima é de 37 graus e a mínima de 12.
Tempo:01'09"

O Emater em Ação de hoje fica por aqui. Obrigado pela audiência e amanhã estamos de volta.

VH/ENCERRAMENTO


Você ouviu o Emater em Ação, um programa produzido pela Assessoria de Comunicação da Emater-Minas, Belo Horizonte, Minas Gerais.
Apoio Técnico: Maurício Almeida, Paulo de Ávila e Rafael Soal
Jornalista: Flávia Freitas
Estagiária: Henrique Menezes
Coordenação Geral: Giordanna Meirelles
Produzido pela Assessoria de Comunicação da Emater-MG, Belo Horizonte, Minas Gerais.
Tempo total do programa:10'06"




Documento sem título
Imprimir


 

Endereço da Unidade Central: Av. Raja Gabaglia, 1626 - B. Gutierrez / Belo Horizonte - MG / CEP: 30.441-194
Telefone: (31)3349-8001 ou (31)3349-8120
Copyright© EMATER-MG. Todos os direitos reservados