..::Resumo de quadro do Rádio Emater em Ação - Emater-MG ::..
Adicionar aos favoritos Intranet 


RÁDIO EMATER EM AÇÃO


Emater em Ação - Completo

 

Data de publicação: 27/11/2013
 
EMATER EM AÇÃO - 27/11/2013
   

clique
Para ouvir dê duplo clique sobre a imagem.
Para fazer o download, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e selecione a opção "salvar destino como".

EMATER EM AÇÃO - 27/11/2013

VH/ABERTURA

Loc.: Olá, amigos!  O tomate, que se tornou vilão da economia do país no inicio de 2013, volta a causar preocupação. O fruto subiu quase 30 por cento em novembro, segundo pesquisa da Fundação Getúlio Vargas. E o Ministério da Agricultura decretou estado de emergência fitossanitária em Minas Gerais devido ao surto da lagarta Helicoverpa armigera. O prazo de vigência da medida é de um ano, período em que os produtores devem implementar o plano de supressão da praga. Confira ainda as cotações do mercado agropecuário e a previsão do tempo. Eu sou Maurício Almeida e é um prazer estar com vocês em mais um Emater em Ação.

VH/FIQUE POR DENTRO

Tomate sobe 30% em novembro

Loc:  O tomate que se tornou vilão da economia do país no inicio de 2013 voltou a subir. Segundo relatório da Fundação Getúlio Vargas, sobre o IPC (Índice de preços ao Consumidor), o fruto aumentou quase 30 por cento na primeira semana de novembro. Com isso se torna o produto mais caro no grupo Alimentação. O coordenador técnico de Olericultura da Emater-Minas, Georgeton Silveira, comenta sobre os preços do tomate em Minas Gerais: 
Sonora: Georgeton Silveira
Começa:"No inicio do ano ..."
Termina:"baixa em MG."
Tempo:01'24" 

Nota pé: Além do tomate, a batata inglesa é outro alimento que está aumentando o preço. De acordo com o levantamento de novembro, cresceu cerca de 2 por cento. Apesar da alta, existe um alivio na inflação de alimentos, pois alguns produtos estão em queda no atacado, inclusive a batata.
BG
Governo decreta emergência fitossanitária em Minas Gerais
Tempo:02'17"

Loc: O Ministério da Agricultura decretou estado de emergência fitossanitária em Goiás e Minas Gerais devido ao surto da lagarta Helicoverpa armigera. O prazo de vigência da medida é de um ano, período em que os produtores devem implementar o plano de supressão da praga e adotar medidas emergenciais. O Oeste da Bahia e Mato Grosso também estão em estado de emergência. No dia 7 de novembro, o Mapa autorizou a importação de defensivos que com o benzoato de emamectina e estabeleceu um plano de manejo para a supressão da praga. Os produtores que solicitaram o agroquímico devem recebê-lo nas próximas duas semanas. O plano de manejo foi elaborado pela Embrapa, que determinou aos produtores o uso de cultivares que restrinjam ou eliminem as populações da lagarta, épocas de plantio e restrição de cultivos subsequentes, vazio sanitário, uso armadilhas, controle biológico e químico, adoção do Manejo Integrado de Pragas, rotação de culturas, entre outras medidas. A Helicoverpa armigera se alastra pelas lavouras brasileiras de soja, milho, algodão e hortifruti desde 2012 e já provocou enormes prejuízos. Além de ser nova no país, a lagarta possui alto poder de destruição e é resistente a diversos inseticidas.
Tempo:01'26"
BG

Triângulo pode virar região produtora do Queijo Minas Artesanal

Loc: O queijo artesanal vem ganhando cada vez mais mercados por todo o país. Diante dessa perspectiva, entre os dias 26 e 29, coordenadores técnicos da Emater-Minas estarão presentes nas cidades de Araguari, Estrela do Sul, Indianópolis, Monte Alegre, Monte Carmelo, Nova Ponte, Prata, Romaria, Tupaciguara e Uberlândia. Eles vão realizar um estudo para comprovar a existência e a importância do produto nesses municípios. A expectativa é que a região do Triângulo Mineiro possa ser reconhecida como região produtora de Queijo Minas Artesanal. Segundo o coordenador técnico do Programa Queijo Minas Artesanal da Emater, Álbany Árcega, para que a região seja pleiteada como produtora de Queijo Minas Artesanal são necessários estudos que comprovem a existência desse queijo na região, bem como um levantamento das condições ideais para produção do mesmo.
Tempo:57"
BG  

Parceira oferece crédito rural pela Caixa Econômica Federal

Loc: A Caixa Econômica Federal de Pratápolis, no Sudoeste de Minas, em parceria com a Emater-MG, está concedendo, desde setembro, recursos de crédito rural aos agricultores. Até o momento as operações de crédito somam aproximadamente um milhão e trezentos mil reais. Segundo o extensionista da Emater-MG de Pratápolis, Leonardo Bícego Ribeiro, “o dinheiro liberado aos produtores rurais está sendo destinado para ampliar o desenvolvimento da atividade agrícola no município, através do custeio de milho, soja e investimento em gado leiteiro e implementos”. De acordo com a gerente da Caixa Econômica em Pratápolis, Christianne Mares Santos, “até 2011 a Caixa Econômica Federal não era autorizada a liberar o crédito rural, com a autorização e após o sucesso da obtido no teste piloto, expandimos a liberação a todas as agencias do Brasil. As linhas de crédito rural da Caixa são: Comercialização, investimento e custeio. Para obterem mais informações, os produtores poderão procurar os escritórios locais da Emater-MG e as agências da Caixa Econômica Federal da região.
Tempo:01'12"
Tempo total:05'52"

VH / DE OLHO NO MERCADO

Loc: A saca de 60 quilos do milho foi negociada entre 21 e 22 reais, no Alto Paranaíba. No Triângulo Mineiro, a saca foi vendida entre 22 reais e 50 centavos e 23 reais. No Sul de Minas, a cotação ficou entre 24 reais e 50 centavos e 27 reais. Já no Noroeste, a saca ficou entre 21 reais e 22 reais.
BG
Na última semana, a soja foi negociada no Noroeste entre 68 e 69 reais, a saca de 60 quilos. No Triângulo Mineiro, o produto foi cotado entre 68 reais e 71 reais.
BG
O feijão carioquinha foi negociado entre 85 e 90 reais, no Noroeste. No Norte de Minas, as cotações ficaram entre 120 e 129 reais. Na região do Alto Paranaíba, o preço ficou entre 100 e 105 reais. Na região do Triangulo Mineiro foi cotado entre 103 e 103 reais e 50 centavos. Todas as cotações são referentes à saca de 60 quilos, com preço líquido ao produtor.
BG
A saca de 60 quilos do café arábica, tipo seis, bebida dura, variou entre 230 e 245 reais, no Sul de Minas. Na Zona da Mata, o preço do café foi cotado entre 230 e 238 reais. No Triangulo Mineiro, a variação foi de 250 a 260 reais e, no Alto Paranaíba, foi vendido entre 250 e 255 reais.
BG
A arroba do boi gordo foi cotada entre 99 e 105 reais, no Alto Paranaíba. No Triângulo Mineiro foi cotada à 101 e 104 reais. No Noroeste de Minas, os negócios foram fechados entre 100 e 102 reais. Já nas regiões do Rio Doce e Mucuri, o boi gordo foi cotado entre 98 e 100 reais. No Norte de Minas, a variação foi de 99 a 106 reais.
BG
A cotação de preços é fornecida pelo Departamento Técnico da Emater-Minas para o período de 14 a 20 de novembro de 2013.
Tempo:02'19"

VH/O TEMPO (27/11/13)

Loc: Confira a previsão do tempo em Minas Gerais para as próximas 72 horas, de acordo com o INMET (Instituto Nacional de Meteorologia):
Na quinta feira, céu encoberto a nublado com chuva Norte, Jequitinhonha, Vale do Mucuri e Vale do Rio Doce. Nas demais regiões, céu nublado a parcialmente nublado com chuva isolada. A temperatura máxima é de 34 graus e a mínima de 12.
BG
Na sexta feira, céu nublado a encoberto com pancadas de chuva no Noroeste, Norte, Jequitinhonha, Vale do Mucuri e Rio Doce. Nas demais regiões, céu nublado com chuva isolada. A temperatura máxima é de 34 graus e a mínima de 12.
BG
No sábado, céu nublado a encoberto com pancadas de chuva no Norte, Noroeste, Jequitinhonha, Vale do Mucuri. Nas demais regiões, céu nublado a parcialmente nublado com possibilidade de chuva isolada. A temperatura máxima é de 35 graus e a mínima de 11.
Tempo:01'08"

O Emater em Ação de hoje fica por aqui. Obrigado pela audiência e amanhã estamos de volta.

VH/ENCERRAMENTO

Você ouviu o Emater em Ação, um programa produzido pela Assessoria de Comunicação da Emater-Minas, Belo Horizonte, Minas Gerais.
Apoio Técnico: Maurício Almeida, Paulo de Ávila e Rafael Soal
Jornalista: Flávia Freitas
Estagiária: Henrique Menezes
Coordenação Geral: Giordanna Meirelles
Produzido pela Assessoria de Comunicação da Emater-MG, Belo Horizonte, Minas Gerais.
Tempo total do programa:10'51"




Documento sem título
Imprimir


 

Endereço da Unidade Central: Av. Raja Gabaglia, 1626 - B. Gutierrez / Belo Horizonte - MG / CEP: 30.441-194
Telefone: (31)3349-8001 ou (31)3349-8120
Copyright© EMATER-MG. Todos os direitos reservados