BELO HORIZONTE (24/10/17) - A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG) promoveu nesta terça-feira, em Belo Horizonte, uma reunião com membros do Grupo de Trabalho Brasil da Plataforma Global do Café (GCP, da sigla em inglês). A pauta do encontro incluiu temas como a aplicação de indicadores GCP na cafeicultura; o uso do aplicativo e o compartilhamento de dados do setor cafeeiro, além de planos e projetos para 2018. Temas como o cenário da cafeicultura sustentável no mundo e o controle da praga da broca, também fizeram parte dos debates.

“A cafeicultura vem passando por períodos complicados e questões como as mudanças climáticas e a retenção da água de chuva precisam fazer parte da agenda de discussões”, argumentou o coordenador técnico estadual de Cafeicultura da Emater-MG, Bernardino Cangussú. De acordo o coordenador, a doença da broca também não poderia ficar de fora. “O Brasil está sendo extremamente prejudicado com isso. Por vários problemas, o inseticida que combatia a praga foi retirado do mercado e não tem substituto”, explicou.

A Plataforma Global do Café é uma iniciativa mundial que busca incentivar na cafeicultura a adoção de práticas mínimas de sustentabilidade, no campo ambiental, social e econômico. Primando pela abordagem não competitiva e trabalhando rumo a um setor próspero e sustentável, a CGP coloca em ação a agenda global estabelecida, por meio de iniciativa público-privada. Batizada de Visão 2010 propõe melhorar os meios de vida de comunidades agrícolas e o meio nas áreas produtivas de café. É uma associação internacional com mais 200 membros de todos os segmentos da cadeia produtiva do café e atuação em oito países produtores. A Emater-MG participa do grupo.

A presença dos membros CGP na Capital mineira antecipa as discussões da Semana Internacional do Café (SIC), que vai de quarta (25/10) à sexta-feira (27/10), no Expominas. O evento é hoje uma das principais ações de promoção do café de Minas Gerais e do Brasil e tem como foco desenvolver o mercado brasileiro e divulgar a qualidade dos cafés nacionais para o mercado interno e para os países compradores além de potencializar o resultado econômico e social desse setor. A SIC é realizada pela Federação da Agricultura e Pecuária de Minas Gerais – Faemg, pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae, pela Café Editora e pelo Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa).


Assessoria de Comunicação – Emater-MG
Jornalistas responsáveis: Terezinha Leite
Tel: (31) 3349-8021
www.emater.mg.gov.br
facebook.com/ematerminas


Crédito da foto: Divulgação/Emater-MG

Publicado em: 24/10/2017