Iniciativa é uma parceria entre moradores, Emater-MG e prefeitura

 


BELO HORIZONTE (24/07/2017) - No município de Lavras, no Sul de Minas, um trabalho envolvendo moradores, Emater-MG e prefeitura transformou uma área abandona em uma horta comunitária. A ação tem gerado renda para os moradores e melhorado a alimentação do grupo.

O espaço tem seis mil metros quadrados e fica no Conjunto Habitacional Júlio Sidney Pinto. De acordo com o presidente da Associação dos Produtores de Hortaliças de Lavras, Ronan Alves, muitos moradores queriam cultivar hortaliças para o próprio consumo e como mais uma opção de renda. “Daí surgiu essa ideia. Com isso, eliminamos o problema de descarte de lixo em local impróprio e ajudamos os moradores com a implantação da horta”, diz.

O projeto beneficia 34 famílias e melhorou a alimentação de cerca de 130 pessoas. A  produção segue o sistema agroecológico. Ou seja, alimentos mais saudáveis e produzidos sem o uso de agrotóxicos e adubos químicos.

“No início, a horta foi idealizada para a subsistência dos moradores do conjunto habitacional. Hoje, um pouco do excedente já é comercializado”, conta o extensionista da Emater-MG, Elter Rodrigues Vieira.

O cultivo das hortaliças representa uma atividade importante para os participantes do projeto. Um deles é o aposentado Antônio Bicalho de Abreu. “Melhorou muito. Ficar parado em casa é muito ruim”, diz.

O técnico da Emater-MG ressalta que um dos grandes desafios é manter a união do grupo. “Quando a gente trabalha com um grupo tão extenso, só através de reuniões para chegar a um consenso e trazer melhorias para a horta”, afirma.

O projeto tem sido desenvolvido por meio de parceria entre a prefeitura, Emater-MG, Universidade Federal de Lavras e outras instituições. “Se não fossem essas parcerias, juntamente com os moradores da cidade, essa horta não sobreviveria”, diz a engenheira agrônoma da prefeitura, Ângela Maria Nogueira. A Emater-MG,  Secretaria Municipal de Assuntos Rurais (SMAR) e a Universidade Federal de Lavras oferecem todo o suporte técnico aos produtores.

Cada família tem uma pequena área pela qual é responsável. No local é produzida uma grande variedade de hortaliças, como alface, couve e cebolinha. “Essa horta é uma referência na cidade, sendo um apoio muito grande para as famílias. Daqui, essas famílias tiram quase 50% das suas necessidades diárias. Sem contar que é tudo muito saudável”, afirma Ronan Alves.

Assessoria de Comunicação - Emater-MG
Jornalista: Sebastião Avelar
Tel: (31) 3349-8096
www.emater.mg.gov.br
facebook.com/ematerminas

Publicado em: 24/07/2017