Gestor da agenda: Raul Machado

Foco da agenda: Inserção qualificada da agricultura familiar no mercado formal

A agricultura familiar desenvolve atividades agrícolas e não agrícolas e papel de destaque no desenvolvimento socioeconômico brasileiro. Em Minas Gerais, parte importante da comercialização da produção agrícola é de alimentos in natura. Dentre as atividades não agrícolas, destacam-se a agroindústria, o artesanato e o turismo rural. A agregação de valor aos produtos da agricultura familiar é mais que uma tradição, é uma forma de aumentar a renda das famílias rurais, valorizar a cultura e gerar ocupação.

A agricultura familiar e suas organizações enfrentam desafios relacionados a comercialização da sua produção, tais como: organização, gestão, atendimento às exigências legais, boas práticas de produção e de fabricação. Esses desafios fazem com que grande parte da agricultura familiar permaneça restrita aos mercados informais.

 

Desafios e Proposições:

 

Dinamização dos processos de organização dos agricultores familiares

  • Promover o associativismo rural, na perspectiva da organização social, com vistas à defesa dos interesses das famílias e comunidades rurais.
  • Apoiar a formação de grupos informais, como forma privilegiada de ação coletiva no mercado formal.
  • Dinamizar processos de organização de cooperativas, a partir de coletivos de agricultores organizados.
  • Desenvolver e implementar metodologias e tecnologias apropriadas para a gestão de cooperativas da agricultura familiar.

 

Adequação dos empreendimentos da agricultura familiar para acesso ao mercado formal

  • Qualificar empreendedores familiares rurais nos processos de gestão e administração.
  • Desenvolver e implementar metodologias e tecnologias de gestão administrativa e financeira apropriadas à realidade dos empreendimentos da agricultura familiar.
  • Ampliação do acesso dos agricultores familiares e suas organizações às políticas públicas de comercialização
  • Divulgar junto aos agricultores familiares e suas organizações, as especificidades e exigências das políticas públicas:

    - Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE)
    - PAA Familiar
    - Feiras Livres

  • Apoiar e acompanhar a execução das políticas públicas de comercialização desenvolvidas nos municípios e regiões.
  • Articular com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Agrário e poder público municipal, o fortalecimento do Programa de Feiras Livres.
  •  

    Contatos:
    Raul Machado - raul.machado@emater.mg.gov.br
    Claudio Viana França - claudio.franca@emater.mg.gov.br
    Dario Miranda Maia - dariomaia@emater.mg.gov.br

 

Adequação das agroindústrias, para a comercialização da produção no mercado formal

  • Promover a regularização das agroindústrias em atendimento à legislação vigente.
  • Melhorar a qualidade dos produtos da agroindústria familiar individual e coletiva e do Queijo Minas Artesanal – QMA, com o uso de tecnologias de processamento e gestão, boas práticas agropecuárias e de fabricação, embalagem, rotulagem e infraestrutura.

     

    Contatos:
    Marciana Souza Lima – marciana.souza@emater.mg.gov.br
    Thaïs Kalil - thais.kalil@emater.mg.gov.br
    Laura Peres - laura@emater.mg.gov.br
    Lorena Martins da Silva – lorena.martins@emater.mg.gov.br
    Carolina Borges Pierini – arquitetura@emater.mg.gov.br
    Maria Edinice S.S Rodrigues – maria.edinice@emater.mg.gov.br
    Milton Flávio Nunes – milton@emater.mg.gov.br

     

Ampliação da oferta de serviços de turismo rural e dos produtos artesanais da agricultura familiar no mercado

  • Elaborar projetos para captação de recursos voltados para a realização de oficinas de qualificação e inovação de produtos e serviços.
  • Organizar a participação dos agricultores familiares em feiras e exposições.
  • Organizar a estruturação de grupos de artesãos em redes de comercialização.
  •  

    Contato: Clea Venina Ruas Guimarães - clea.venina@emater.mg.gov.br

 

Parcerias:

  • Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento - SEAPA
  • Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário – SEDA
  • Secretaria de Estado de Educação – SEE
  • Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural e Sustentável – CEDRAF
  • Prefeituras Municipais
  • Secretaria de Estado de Agricultura e Abastecimento –SEAPA;
  • Ministério da Agricultura e Pecuária – MAPA;
  • Vigilância Sanitária- VISA;
  • Instituto Mineiro de Agropecuária –IMA;
  • Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais- EPAMIG.